05 setembro 2006

O Magnifico Ministro


Não é nenhuma peça de teatro, mas bem podia ser. O magnifico ministro, um homem, professor universitário, que veio de uma direita reaccionária e conservadora, para uma esquerda liberal e progressista, Anti-imperialista e tão queria dos seus alunos. Opoêm-se ao regime vigente e não aceita estar sob o jugo dos opressores de alêm-mar, comparando o seu regime ao nacional socialismo alemão e o seu chefe a Adolf Hitler.

O magnifico professor chega a ministro e bem intencionado, começa a estabelecer contactos para derrubar os opressores do alêm-mar, pelo menos para lhes retirar algum poder. No entanto, nas costas, apoiava o regime opressor, não cumprindo os designios que estabelecera com os seus alunos. Qual magnifico reitor, o professor mostrou a sua verdadeira face, a de minstro!

Saiu pela porta pequena, cansado e farto de brincar aos revolucionários de boas familias (não teve o apoio dos seus correligionários do BE).

É caso para dizer, só fala quem sabe, e claramente, o professor não sabia quando falou. Independentemente de concordar o que ele fez, ainda me espanta que alguem lhe dê crédito. Qualquer dia chegará a presidente da républica, como o MP3 chegou... 2 vezes!...

2 comentários:

DJ Blk.Ngel disse...

Um grande biba,

Não estou a escrever sobre este post, mas sim sobre o post: Música por brincadeira.... E os poucos blogueiros que vão queimando o seu tempo ócioso por aqui perguntam "Porquê?". Ao que eu respondo: "Porque sim...". E acrescento: "Porque sou um dos membros dos CaragoBand, a banda que é referida nesse post!".

Desde já agradeço o teu empenho em falares dos CaragoBand no teu humilde blog, embora algo confuso com o verdadeiro sentido da Música Pimba... mas não fiques preocupado, não estás sozinho no universo. Há mais 3 ou 4 pessoas assim...

E os poucos blogueiros que vão queimando o seu tempo ócioso neste blog voltam a perguntar: "Porque é que um elemento dos CaragoBand se rebaixou ao ponto de escrever neste humilde blog?" Ao que eu respondo: "Porque sim...". E acrescento: "Por dois motivos: Primeiro para explicar ao confuso autor deste blog que nós é que fazemos a verdadeira música pimba, mais ninguém tem capacidade e por esse motivo todos tem o bom senso de rejeitar esse rótulo para as suas obras músicais. O segundo motivo é porque aparentemente o autor é de Aveiro e foi nessa cidade da parvónia que os CaragoBand surgiram, cresceram, gravaram alguns temas, apanharam bebedeiras monumentais (principalmente o DJ) e depois fugiram para terras mais civilizadas. E quero aproveitar para agradecer as pouquíssimas gaijas boas de aveiro que serviram de inspiração..."

Tá dito...

Camisa Azul disse...

O gajo é um vira casacas.